sexta-feira, 15 de julho de 2011

EU AMO o SOFIA!!!

Estou aqui para registrar minha tristeza e indignação em ver como a mídia está se empenhando em fazer tão bem o que ela faz, desinformar, difamar e espalhar notícias que não acrescentam nada a ninguém.


A maternidade Sofia Feldman, vem sendo alvo de inúmeras matérias sensacionalistas e difamadoras nesta semana. É uma instituição reconhecida internacionalmente, pelo seu trabalho e atendimento humanizado e respeitoso à gestante. Mesmo sendo uma instituição pública, que atende pelo SUS, é a única que oferece o tipo de atendimento verdadeiramente respeitoso à mãe e ao bebê em Belo Horizonte. Sendo por isso uma instituição altamente visada por toda a “classe” particular ligada à maternidade nesta cidade, pois cada dia aumenta o número de mulheres, que se informam, que tomam consciência do seu poder de parir e abrem mão de seus planos e médicos “queridos” para poder parir em paz no Sofia. Sabemos, que a classe mais humilde, desinformada dos benefícios da humanização no parto (os quais não entrarei em questão agora) diz que no Sofia se sofre, que não se recebe analgesia porque eles “não querem gastar com elas”, que lá eles “fazem a mulher parir de pé” (incentiva a cada mulher a parir na posição mais confortável à ela) etc... mal sabem essas mulheres, quantas de nós saíram do sistema privado de saúde, para poder parir “de pé”, sem anestesia e sem outras tantas intervenções desnecessárias para um parto que são praxe no sistema privado.

Essa mídia nojenta, não mostra o trabalho da Casa de Sofia, que acolhe mulheres que não têm lugar para se hospedar, as alimenta, lhes oferece tratamentos com terapias alternativas, lhes dá apoio, tudo com uma rede de voluntárias maravilhosas. Eles não mostram os escalda-pés, as sessões de acupuntura, de reflexologia podal oferecidas as gestantes e recém mamães gratuitamente. Alguém de vocês já viu este tipo de atendimento em alguma maternidade da rede privada? Mesmo que fosse um serviço pago?

Eu pari meu primeiro filho na Casa de Parto do Sofia, como podem ler em meu relato de parto, fui maravilhosamente assistida. Na ocasião, conhecia o trabalho desenvolvido lá, mas não tão “profundamente” quanto vim a conhecer depois do meu parto. Estou em minha segunda gestação, exatamente de 35 semanas, fazendo meu pré-natal na Casa de Parto, com Enfermeira Obstetra, sendo atendida de forma delicada e dedicada, desde o princípio. Em minha última consulta, foi necessário o uso de camisola, recebi uma camisola limpíssima, higienizada que só eu usei e que depois do meu uso foi para o cesto de roupas sujas. Talvez alguém leia isso e ache que estou fazendo algum tipo de piada, pois isso é normal. Mas conto aqui, que quando fazia meu pré-natal da primeira gestação, pagando médico “humanizado” bambambam particular, que me fazia esperar por mais de uma hora de seu atraso em cada consulta, ao entrar em seu consultório e ter que vestir aquela camisolinha “reciclada” de não sei quantas pacientes, com perfume de todas elas impregnado no tecido me dava um nojo daqueles. Não passei por isso no Sofia em nenhuma de minhas consultas.

Eu estou aqui para pedir respeito por esse trabalho maravilhoso, dedicado e “milagroso”! Pois sabemos bem os poucos recursos que são disponibilizados pelo governo para a saúde, mas mesmo assim eles conseguem fazer a diferença. Fico muito enojada de ver como esses urubus, se apressam em aparecer para denegrir algo que nem se interessaram em conhecer antes de publicarem o que têm publicado. O que digo aqui, não é suposição é experiência, vivência, gratificante e muito.

Deixo meu protesto e peço para que as pessoas procurem se informar de forma real antes de falarem sem saber o que dizem.

Cada uma tem o direito de escolher como quer parir, não digo que todas devem ir para o Sofia, mas quem quer parir em paz, em BH só tem duas opções em sua casa ou no Sofia.

Eu Amo o Sofia!!!

Eu e Pedro, na Casa de Parto do Sofia, quarto da banheira, no dia do parto. 27 de fevereiro de 2009

3 comentários:

Rebeca disse...

Apoiada, querida!
Também tive um filho na maternidade, pari outra na casa de parto, sempre com cuidado, segurança e respeito pelo meu corpo, meu bebê e minha história!
Amo o Sofia e pariria lá novamente!

Patrícia disse...

O Sofia é o lugar que minuciosamente, com extremo cuidado escolhi para ter o que de mais importante a vida me deu, minha filha. E eu não seria capaz de dar a luz numa maternidade como a mídia tem pregado, portanto não acreditem na mídia, acreditem nos depoimentos de mulheres que buscaram o melhor lugar, depois de casa, para ter seus filhos, que é o Sofia.
EU AMO O SOFIA!

Alessandra Vespa disse...

-

Oi, Dani, tudo bem?

Sou repórter do site "Vila Mulher", do Portal Terra, e gostaria de fazer uma matéria sobre o Sofia com o seu depoimento. Pode me enviar um email, por favor?

É alessandravespa@mbpress.com.br

Obrigada,
Beijos

.